Entidades da APEDeMA fazem campanha para que os biomas Pampa, Caatinga e Cerrado sejam considerados Patrimônios Nacionais

cropped-apedema31.jpgA Coordenação da APEDeMA/RS está remetendo aos membros do Senado Federal correspondência para reforçar a necessidade da aprovação da PEC 05/2009, do senador Paulo Renato Paim, que inclui no Art. 225 da Constituição Federal como Patrimônios Nacionais o Pampa, a Caatinga e o Cerrado, biomas que ficaram de fora da proteção no texto atual do dispositivo, o que pode acarretar perda de qualidade do meio natural.

Observa ainda que dia 17/12 é o Dia do Bioma Pampa, data em que espera ter a notícia de sua aprovação, como medida importantíssima em favor do meio ambiente e de ampla repercussão. Neste dia, a coordenação pretende divulgar as respostas dos senadores a este pleito.

Anúncios

Movimento Roessler lança campanha de financiamento coletivo para comemoração dos 40 anos

Fundado em 1978, o Movimento Roessler de Defesa Ambiental com sede em Novo Hamburgo comemorará 40 anos de muita atividade em 2018. Para marcar a data, a entidade está lançando uma série de produtos. 

A meta é atingir R$ 12 mil em contribuições. A arte dos produtos foi desenhada pela ilustradora Silvana Santos e as camisetas são produzidas pela marca gaúcha Vertentes.

A campanha está sediada no site catarse.me e estará no ar somente até 20 de janeiro de 2018.

 

 

 

Audiência Pública na Assembleia Legislativa vai discutir impactos da operação da CMPC (Ex-Riocell) em Guaíba

Captura de Tela 2017-11-07 às 06.53.46.pngA AMA – Associação Amigos do Meio Ambiente e a ABA – Associação dos Moradores do Balneário Alegria  estão convocando os interessados para participar da Audiência Pública sobre os sérios impactos sofridos pela comunidade de Guaíba devido às obras e operação da produção de celulose da empresa CMPC – Celulose Riograndense, controlada atualmente por capital chileno.

A Audiência Pública foi convocada pelo Deputado Altemir Tortelli, presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa e será realizada no Palácio Farroupilha nesta quarta-feira (8/11), na Sala Adão Pretto, com início às 9h30min.

Continuar lendo

Artigo de Heverton Lacerda critíca opção pelo Carvão e o uso de expressões enganadoras no projeto de Lei

O Jornalista Heverton Lacerda, vice-presidente da Agapan, publicou artigo no Correio do Povo de 2/11/2017  em que critica a escolha pela implantação de uma usina termoelétrica a base de carvão em Rio Grande, sul do Estado do RS. A seguir, a íntegra:

Cinquenta tons de cinzas

A famosa estória de E. L. James, que está longe de ter unanimidade quanto à qualidade da narrativa, parece cair como luvas para uma analogia diante da proeza quase masoquista dos cinquenta deputados do parlamento gaúcho que aprovaram, no dia 24 de outubro, o projeto que institui um polo carboquímico no Pampa. Nem mesmo as expressões agradáveis “sustentável”, “ambientalmente apropriada” e “respeito ao ambiente” inseridas no texto do Projeto de Lei 191/2017 conseguem esconder a preocupação sobre o que fazer com as cinzas resultantes dos processos aplicados ao carvão mineral, que contém elevados teores de carbono em sua composição química. Tampouco, tais expressões foram suficientes para escamotear a inevitável constatação de que há riscos de impactos sociais e ambientais no processo de produção de amônia, nafta e metanol.

Não há mais dúvida de que algumas ações humanas estão acelerando a velocidade das alterações climáticas. O calor escaldante do verão e os cada vez mais frequentes tornados e vendavais são indícios claros dessas mudanças.

Mesmo vivenciando tudo isso nos dias atuais, não foram capazes os nossos 50 deputados de interromper esse projeto. Quais interesses reais se escondem por trás dessa postura coletiva quase unânime na Casa do Povo? Poderiam empresários chineses explicar isso? Aqui ninguém deu explicação alguma até o momento.

Com tantas opções tecnológicas já disponíveis para gerar energia de forma limpa, sem liberar resíduos ou poluentes, a partir dos movimento das ondas, da captação da radiação solar, da força dos ventos, por exemplo, é inaceitável que ainda sejam apresentados e aprovados projetos desse tipo, mesmo com a desculpa de gerar energia de base. Têm sido produzidos equipamentos com maior eficiência energética, ou seja, com consumo bastante reduzido em relação ao passado próximo. Incentivaram os cidadãos a trocar as lâmpadas de filamento por lâmpadas econômicas. As de LED, já popularizadas, consomem um décimo ou menos do que suas equivalentes em luminosidade. Aparelhos de TV, geladeiras, entre outros, também são mais eficientes. Quando a população de dispôs a colaborar, estava apostando que seus governantes iriam seguir o mesmo caminho. Mas, infelizmente, não é isso o que se percebe. Ao que parece, nosso governo e nossos 50 deputados perderam o passo do tempo e, anacronicamente, optam por nos impor um futuro poluído e cinza.

Agapan Debate de 13/11 vai tratar da importância da Fundação Zoobotânica para a preservação ambiental e para a Ciência

Captura de Tela 2017-11-04 às 20.30.01.jpeg

A Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul (FZB/RS), que presta inestimáveis serviços para a sociedade gaúcha, está na mira do governo para ser extinta.
Participe do Agapan Debate no dia 13 de novembro e conheça um pouco mais sobre a atuação desta importante fundação e a situação do projeto governamental que quer extingui-la.
Para apresentar o tema, convidamos o biólogo e pesquisador do Museu de Ciências da FZB/RS Glayson Ariel Bencke e o advogado Christian Ozório Kloppemburg, também da Fundação Zoobotânica. A mediação estará por conta do jornalista João Batista Santafé Aguiar, conselheiro da Agapan e editor do site agirazul.com.

AIPAN promove seminário sobre nova sede da entidade

Captura de Tela 2017-09-05 às 01.33.00No próximo sábado 11/11, a partir das 9h, os associados e apoiadores da AIPAN – Associação Ijuiense de Proteção ao Ambiente Natural estarão reunidos para o Seminário de Elaboração do Programa de Necessidades para a Sede da AIPAN.  

Será realizada uma oficina participativa para a definição das atividades, espaços e localização que caracterizarão o novo espaço. A nova sede deverá ter características permaculturais, ser uma bioconstrução, minimizar impactos no ambiente, proporcionar gestão de resíduos.

Serviço:

  • Seminário de elaboração do Programa de Necessidades para a sede da AIPAN
  • Quando? 11/11/2017, entre 9 e 15h
  • Onde? Casa do Produtor – Parque de Exposições Wanderlei Burmann, Ijuí, RS
  • Informações: Secretaria da AIPAN – secretaria@aipan.org.br ou na rua Álvaro Chaves, 326, no centro de Ijuí, ou pelo telefone local 3333-0256.

 

Curicaca realiza seminário sobre a construção de soluções nas Unidades de Conservação com enfoque no Parque Nacional da Lagoa do Peixe

Captura de Tela 2017-11-03 às 18.50.53
No dia 13 de novembro, o Instituto Curicaca organiza o seminário Construindo soluções em Unidades de Conservação com enfoque no Parque Nacional da Lagoa do Peixe (RS). O objetivo do evento é debater desafios e oportunidades na unidade de conservação gaúcha, assim como discutir modelos para geração de renda sustentável da comunidade local.

O gestor do parque nacional, Fernando Weber, estará no evento e irá ministrar uma palestra sobre o tema Percepções sobre os interesses que podem gerar divergências de visões sobre o parque. Representantes do ICMBio, do Ministério do Meio Ambiente, de prefeituras e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul já estão confirmados no evento.

Para se inscrever, é preciso preencher o formulário online (disponível aqui). No ato de entrada no seminário será cobrado o valor de R$5 para apoiar os custos do evento. Continuar lendo