Convite da APEDeMA para o Dia do Pampa, neste domingo !

WhatsApp Image 2017-12-15 at 15.08.20.jpeg

Anúncios

GESP apresenta a proposta do Complexo Berço das Águas para a UPF

Captura de Tela 2017-12-15 às 17.06.16A convite da Universidade de Passo Fundo, o GESP – Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas, associado da APEDeMA/RS,  apresentou a proposta do Complexo Berço das Águas ao Reitor da Universidade de Passo Fundo. O encontro ocorreu na quarta-feira, 13/12/2017. Pela entidade, estiveram na Universidade a Flávia Biondo da Silva e o Paulo Fernando Cornélio.

Continuar lendo

Dia do Pampa será comemorado no domingo, 17

Captura de Tela 2017-12-13 às 09.42.49Com uma mateada, será comemorado no domingo, dia 17, o Dia do Bioma Pampa. A data é comemorada neste dia por coincidir com o dia de nascimento do ambientalista José Antonio Lutzenberger, em 1926 (falecido em 14/5/2002)  A AGAPAN – Associação Gaucha de Proteção ao Ambiente Natural e o INGA e a própria APEDeMA, que é a federação das entidades ambientalistas, estão apoiando a atividade, com o MOGDEMA, Núcleo de Ecojornalistas do RS e Clube de Cultura. Atividades para comemorar a data estarão acontecendo em todo o Estado do Rio Grande do Sul.

O Pampa foi reconhecido como Bioma em 2004 e teve seu dia criado em 2007, necessitando ser considerado como patrimônio natural na Constituição Federal! (PEC do Bioma Pampa 05/2009).
Continuar lendo

Educação Ambiental nas escolas de Passo Fundo será intensificada em 2018 pelo GESP

Captura de Tela 2017-12-15 às 17.16.11No ano de 2017 o Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas – GESP deu início a um importante trabalho de educação ambiental com as escolas municipais de Passo Fundo. A proposta é tirar os alunos de dentro da sala de aula e leva-los para perto da natureza para desenvolver de forma prática o senso crítico sobre os aspectos ambientais e a importância das florestas e recursos hídricos. As atividades foram iniciadas em abril com os alunos da EMEF Leão Nunes de Castro do distrito de Bom Recreio e encerradas na quarta dia 6/12/2017 com os alunos de 3º e 4º ano da EMEF Professora Helena Salton, do loteamento Cesar Santos, no Bairro São Cristóvão, em visita a FLONA em Mato Continuar lendo

APEDEMA denuncia que a Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade de Porto Alegre está promovendo o preenchimento de vagas no COMAM sem legitimidade

A respeito da forma como a Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade de Porto Alegre está conduzindo o preenchimento de vagas destinadas a entidades da sociedade civil e o próprio funcionamento do Conselho Municipal do Meio Ambiente a APEDeMA/RS, que reúne as entidades ambientalistas do Rio Grande do Sul, incluindo as de Porto Alegre, emitiu a seguinte Nota à População:

A Assembleia Permanente de Entidades em Defesa do Meio Ambiente do Rio Grande do Sul (APEDEMA-RS), diante do EDITAL SMAMS 02/2017, publicado em 4 de dezembro de 2017 no Diário Oficial de Porto Alegre, pelo Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Porto Alegre, Sr. Maurício Fernandes, para a ocupação de 1 (um) assento no Conselho Municipal de Meio Ambiente, vem a público esclarecer:

O Secretário nega-se a divulgar os motivos para alterar, de maneira unilateral, a forma de eleição das entidades da sociedade civil, que há 21 anos (desde 1996) é promovida pela Apedema com ampla legitimidade e reconhecimento público, inclusive, até então, por todos os secretários de meio ambiente deste município. O Secretário não respondeu os ofícios encaminhados pela Apedema (Ofício 06/2017, de 14/07/2017 e Ofício 08/2017, de 21/08/2017) em relação ao EDITAL 01/2017. Continuar lendo

Associação Amigos do Meio Ambiente de Guaíba e Associação dos Moradores do Balneário Alegria, com apoios, realizam manifestação contra a poluição da CMPC

Nota da AMA publicada em seu site noticia as atividades da comunidade no último domingo contra a poluição causada pela CMPC

Captura de Tela 2017-12-06 às 12.03.29.jpeg

Na tarde do domingo, 3 de dezembro, a ABA – Associação dos Moradores do Balneário Alegria e a AMA – Associação Amigos do Meio Ambiente, com o apoio do Grupo de Teatro Popular Comparsaria das Façanhas, receberam o reforço do Grupo de Voluntários do Greenpeace de Porto Alegre e do NAT – Núcleo Amigos da Terra Brasil, e promoveram uma série de atividades visando aprofundar o debate e denunciar que os impactos da produção de celulose continuam atingindo a população local dia e noite.

O grupo percorreu o entorno da empresa, vivenciando o ruído e o odor de compostos de enxofre no ar. O Marco Farroupilha (patrimônio histórico com pedido de tombamento junto ao IPHAE), bem como os fundos da fábrica foram visitados. Na Praia da Alegria, a Comparsaria das Façanhas realizou uma intervenção teatral em que criticou o modelo produtivo da cadeia da celulose e seus impactos inerentes, como o monocultivo de eucalipto e expulsão das famílias do campo, além dos conflitos socioambientais no entorno da indústria. O Greenpeace somou-se ao ato abordando os riscos à saúde da população, e fazendo fotos e vídeos que integram uma campanha em apoio à causa, que conta também com uma petição exigindo a volta da qualidade de vida no local. Continuar lendo