Convite da APEDeMA para o Dia do Pampa, neste domingo !

WhatsApp Image 2017-12-15 at 15.08.20.jpeg

Anúncios

APEDEMA denuncia que a Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade de Porto Alegre está promovendo o preenchimento de vagas no COMAM sem legitimidade

A respeito da forma como a Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade de Porto Alegre está conduzindo o preenchimento de vagas destinadas a entidades da sociedade civil e o próprio funcionamento do Conselho Municipal do Meio Ambiente a APEDeMA/RS, que reúne as entidades ambientalistas do Rio Grande do Sul, incluindo as de Porto Alegre, emitiu a seguinte Nota à População:

A Assembleia Permanente de Entidades em Defesa do Meio Ambiente do Rio Grande do Sul (APEDEMA-RS), diante do EDITAL SMAMS 02/2017, publicado em 4 de dezembro de 2017 no Diário Oficial de Porto Alegre, pelo Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Porto Alegre, Sr. Maurício Fernandes, para a ocupação de 1 (um) assento no Conselho Municipal de Meio Ambiente, vem a público esclarecer:

O Secretário nega-se a divulgar os motivos para alterar, de maneira unilateral, a forma de eleição das entidades da sociedade civil, que há 21 anos (desde 1996) é promovida pela Apedema com ampla legitimidade e reconhecimento público, inclusive, até então, por todos os secretários de meio ambiente deste município. O Secretário não respondeu os ofícios encaminhados pela Apedema (Ofício 06/2017, de 14/07/2017 e Ofício 08/2017, de 21/08/2017) em relação ao EDITAL 01/2017. Continuar lendo

Entidades da APEDeMA fazem campanha para que os biomas Pampa, Caatinga e Cerrado sejam considerados Patrimônios Nacionais

cropped-apedema31.jpgA Coordenação da APEDeMA/RS está remetendo aos membros do Senado Federal correspondência para reforçar a necessidade da aprovação da PEC 05/2009, do senador Paulo Renato Paim, que inclui no Art. 225 da Constituição Federal como Patrimônios Nacionais o Pampa, a Caatinga e o Cerrado, biomas que ficaram de fora da proteção no texto atual do dispositivo, o que pode acarretar perda de qualidade do meio natural.

Observa ainda que dia 17/12 é o Dia do Bioma Pampa, data em que espera ter a notícia de sua aprovação, como medida importantíssima em favor do meio ambiente e de ampla repercussão. Neste dia, a coordenação pretende divulgar as respostas dos senadores a este pleito.

Coordenação da APEDeMA pede mais discussão para projeto sobre a arborização de Porto Alegre

cropped-apedema5.jpgA Coordenação colegiada da APEDeMA/RS, a federação das entidades ecologistas do Rio Grande do Sul, endereçou nesta quarta-feira (18/10/2017) manifestação aos Vereadores de Porto Alegre em favor de maior discussão para o Projeto de Lei nº  08/2017, que flexibiliza a licença de corte dos vegetais, permitindo a contratação de técnicos particulares pelos interessados.

Para a APEDeMA/RS, a questão deveria ser objeto de uma audiência pública que permita a comunidade se manifestar. Enquanto isso, se houver votação, a APEDeMA pede que o projeto seja rejeitado pelo conjunto dos vereadores.  

  • Veja também:

Entidades da APEDeMA/RS, entre outras, apóiam petição pública contra projeto de lei em Porto Alegre que facilita o corte de árvores

INGÁ pede retirada do regime de urgência de projeto que viabilizaria “Arboricídio” em Porto Alegre

 

Movimento Roessler posiciona-se contra Tecnosinos, da Unisinos, no Parque Balduíno Rambo

Captura de Tela 2017-08-27 às 19.46.54Anunciada há algumas semanas a intenção da UNISINOS avançar sobre área da Reserva Florestal Parque Balduíno Rambo, o presidente do Movimento Roessler de Defesa Ambiental, Arno Kayser, publicou  contraponto enérgico em artigo publicado no Jornal VS na última sexta-feira, 25/8/2017:

Parque Balduíno Rambo

Lemos com tristeza a notícia de que a Unisinos está solicitando ao governo do Estado uma área do Parque Balduíno Rambo para expansão do Tecnosinos. Logo ficamos imaginando como reagiria o homenageado ao saber da notícia. Balduíno Rambo lutou muito para proteger esta área e  não ficaria contente com a ideia. Já no passado, se pretendia implantar um distrito industrial.

Mas, se nos anos 40/50 os motivos para preservar a área já eram fortes, imagina nos nossos dias. Trata-se de uma das últimas grandes áreas verdes preservadas na região metropolitana no eixo da BR-116. E próximo há áreas  desocupadas já bem alteradas que poderiam abrigar o empreendimento do Tecnosinos. Como exemplo citamos a área junto ao entroncamento da BR-116 e BR-448 abandonada há anos.

O Parque Balduíno Rambo precisa de mais proteção para que continua seu papel de área verde estratégica da região. Os próprios empreendedores que vierem a se somar ao projeto do Tecnosinos por certo não ficariam confortáveis em saber que sua empresa está sendo implantada em substituição a uma das últimas áreas verdes de grande porte de todo o Vale do Sinos. Não cremos que seja este o desenvolvimento tecnológico que realmente se espera nos dias atuais em que a proteção da natureza conjugada com o avanço tecnológico é cada vez mais presente.

Imaginamos que, se hoje vivo, o padre Rambo certamente estaria lutando para consolidar o espaço como uma zona de pesquisa e lazer para toda a população. Por isto defendemos que se considerem outras alternativas para a localização do Tecnosinos do que avançar numa área com uma vocacão tão nobre para a defesa da vida da região, e se avalie outro caminho em sintonia com o espírito do nosso tempo.

Agapan promove encontro sobre “Agroecologia: a herança dos povos tradicionais”

Captura de Tela 2017-05-28 às 21.17.40.jpegA AGAPAN – Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural vai promover em 19 de junho, próxima segunda-feira,  a palestra do educador José Maria Tardin sobre “Agroecologia: a Herança dos Povos Tradicionais”.

O encontro ocorrerá no Clube de Cultura (rua Ramiro Barcellos, 1853, com início às 19h e sob a mediação do presidente da entidade, Eng. Agrônomo Leonardo Melgarejo.