APEDEMA/RS divulga seu posicionamento para a Rio+20: Transição Ecológica Necessária

No momento em que a sociedade debate se a Rio+20, de 20 a 22 de junho, vai realmente ser de utilidade para o Planeta, a Sociedade Civil se organiza e faz um movimento paralelo na Cúpula dos Povos de 15 a 23 de junho. Esse processo de discussão tem se consolidado em alianças de luta e em documentos fruto de intenso debate.

Para participar desse momento, a APEDEMA/RS elaborou um documento em que sintetiza o pensamento de suas afiliadas sobre a conjuntura ambiental mundial e brasileira, bem como apresenta pontos fundamentais para uma Transição Ecológica Necessária.

Conheça alguns aspectos do texto da APEDEMA/RS:

BREVE REFLEXÃO DA CONJUNTURA MUNDIAL E BRASILEIRA

Em 40 anos da realização da primeira Conferência sobre Meio Ambiente (Estocolmo, 1972), e 20 anos após a Rio 92, o que vimos é: aquecimento global e maior desequilíbrio climático de origens antrópicas; diminuição das áreas de florestas e demais ecossistemas naturais, com perda acentuada da diversidade biológica; aumento de áreas desertificadas; escassez de água potável, com a perda paulatina da qualidade de água de nossos rios e demais corpos d’água; aumento do uso de produtos químicos tóxicos industriais, inclusive por meio de alimentos cada vez mais industrializados; piora na qualidade do ar, principalmente nas grandes cidades; uso intensivo de agrotóxicos na agricultura e de sementes transgênicas patenteadas por monopólios biotecnológicos totalitários; a falta de saneamento básico (esgoto e lixo), entre outros. Em contrapartida, a globalização econômica aprofundou a grande escala da degradação, via hipertrofia econômica do capital mais degradador possível, com a derrubada das culturas tradicionais e economias locais.

No momento em que as pessoas começarem a dar-se conta que a Transição Ecológica Necessária e profunda é uma condição para a plenitude do sentido da vida, e não uma perspectiva ameaçadora, começaremos a ir além do horizonte de fuga coletiva da realidade (condição autodestrutiva) para todos.

(…) Provavelmente, estamos com cada vez menos tempo para buscarmos as saídas. E, quem sabe, não temos mais alternativas: ou entramos em um novo renascimento capaz de mobilizar todas as energias criativas da humanidade, para esta Transição, ou…

PROPOSTAS PARA A TRANSIÇÃO ECOLÓGICA NECESSÁRIA

1. DIAGNÓSTICOS PROFUNDOS E CONSTANTES DA SITUAÇÃO SOCIOAMBIENTAL

2. LUTA PELA VEDAÇÃO AO RETROCESSO EM MATÉRIAS SOCIOAMBIENTAIS

3. DEMOCRACIA

4. DESCENTRALIZAÇÃO E DESCONCENTRAÇÃO ECONÔMICAS

5. DESMERCANTILIZAR O ESPAÇO DO CAMPO E DA CIDADE

6. FORTALECIMENTO INSTITUCIONAL

7. EDUCAÇÃO AMBIENTAL

8. BIODIVERSIDADE E SOCIOBIODIVERSIDADE

9. ENERGIA E TRANSPORTE

10. PROGRAMAS PRÓ-TRANSIÇÃO ECOLÓGICO-ECONÔMICA PROFUNDA

Leia esses dez pontos com todos os seus detalhamentos, bem como a revisão de Conjuntura completa no documento na íntegra: Doc. da Apedema do RS – TEN – Transição Ecológica Necessária – Para Cúpula dos Povos – Rio – junho/2012

Anúncios

Um comentário sobre “APEDEMA/RS divulga seu posicionamento para a Rio+20: Transição Ecológica Necessária

  1. […] A  Rio+20 se aproxima, de 20 a 22 de junho, no Rio de Janeiro. Enquanto isso, a Sociedade Civil se organiza e faz movimento paralelo na Cúpula dos Povos de 15 a 23 de junho. Para participar desse momento, a APEDEMA/RS elaborou um documento em que sintetiza o pensamento de suas afiliadas sobre a conjuntura ambiental mundial e brasileira, bem como apresenta pontos fundamentais para uma Transição Ecológica Necessária. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s