INGÁ pede retirada do regime de urgência de projeto que viabilizaria “Arboricídio” em Porto Alegre

Captura de Tela 2017-09-18 às 10.29.04O INGÁ – Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais está distribuindo aos Vereadores de Proto Alegre carta em que pede a retirada da urgência na apreciação do Projeto de Lei 08/2017, do vereador Maluco do Bem, Moisés Barbosa, com emendas de Felipe Camozzato que configura-se “uma tentativa de imposição de uma Lei que vai contra a arbonização de Porto Alegre e afronta a legislação ambiental federal”.

A entidade declara-se contra o “arboricídio” em voga em Porto Alegre e exige que seja retirado o Regime de Urgência do PLCL 08/2017, por sua flagrante ilegalidade, e por consequência, que sejam tornados nulos seus efeitos perversos sobre a recente LC 757/2015. Exige também que qualquer  mudança na lei das compensações seja discutida com o COMAM, com as entidades da APEDEMA e com demais setores da sociedade.

O documento é assinado pelo Professor Paulo Brack, coordenador-geral da entidade.

Leia a íntegra a seguir:

Porto Alegre, 18 de setembro de 2017

Aos(as) Vereadores(as) de Porto Alegre:

 

Prezados(as) Senhores(as):

 

PELA RETIRADA DO REGIME DE URGÊNCIA E CONTRA PROJETO DE “ARBORICÍDIO” EM PORTO ALEGRE, O PLCL Nº 08/17

 

O Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais (InGá) vem repudiar veementemente o Projeto PLCL Nº 08/17, do vereador Moisés Barboza, “Maluco do Bem”, com emendas do vereador Felipe Camozzato, que configura-se em uma tentativa de imposição de uma Lei que vai contra a arborização de Porto Alegre  e afronta a legislação ambiental federal. Destacamos, também, não ter ocorrido nenhum debate sobre a matéria com os ambientalistas, com destaque à APEDEMA (Assembleia Permanente de Entidades em Defesa do Meio Ambiente do RS) e com o COMAM (Conselho Municipal de Meio Ambiente), este último que se encontra sem convocação e funcionamento desde novembro de 2016. Continuar lendo

Anúncios

AGAPAN protesta contra a eliminação de árvores em Porto Alegre e projeto de lei que exime o Poder Público da autorização

Captura de Tela 2017-06-19 às 21.12.45A AGAPAN – Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural divulgou na noite deste domingo, 17/9/2017, nota jornalística, de autoria de Heverton Lacerda, sobre a quantidade de árvores cortadas nos últimos anos em Porto Alegre. Também traz declarações de dirigentes da entidade sobre o projeto de lei que tramita na Câmara de Vereadores que libera ao particular, assessorado por técnico, a possibilidade de cortar árvores na cidade.

Veja a nota na íntegra

 

Amigos da Terra Brasil pedem contribuição para o MTST

Captura de Tela 2017-09-10 às 21.16.11O Amigos da Terra Brasil pede apoio à ocupação realizada na noite de sexta para sábado em área na zona norte de Porto Alegre pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto.  A contribuição pode ser efetuada na própria ocupação ou serem entregues no Amigos da Terra Brasil  (Rua Olavo Bilac, 192).

A entidade contam também com serviços de uma coleta voluntária de alimentos que podem ser contatados pelo número (51) 999-29-4981.

 

AGAPAN convida para primeira entrega do Troféu Padre Balduíno Rambo

Captura de Tela 2017-09-10 às 09.11.13
Troféu Agapan de Ecologia, autoria de Zorávia Bettiol

Em 25 de setembro, a Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan) entregará o Troféu Padre Balduíno Rambo ao vencedor da edição 2017 do Prêmio Agapan de Ecologia. O nome do vencedor desta edição será divulgado durante solenidade de premiação que será realizada às 19 horas no Auditório 1 do Colégio Anchieta, em Porto Alegre.

O Prêmio Agapan de Ecologia tem o objetivo de destacar indivíduos ou instituições que expressam, nos conjuntos de suas ações, importantes contribuições ecológicas para a nossa sociedade. Continuar lendo

11/9 – História e perspectivas do movimento ecológico gaúcho é a pauta do próximo Agapan Debate

Como avançar diante de um cenário político-econômico de ataque ao ambiente natural?
As constantes e crescentes investidas contra o patrimônio ambiental brasileiro e mundial demandam maior atenção e empenho de entidades ambientalistas e demais integrantes da luta em defesa do ambiente natural, que, em sua grande maioria, trabalham de forma voluntária e economicamente dispendiosa.
Casos como a criminosa ação contra o rio Doce, que até hoje não puniu os culpados pela maior catástrofe ambiental provocada pela ação humana no Brasil, o desmatamento e o envenenamento do solo e da água provocados pela cultura agroindustrial brasileira, entre outros, nos apontam para a necessidade refletir sobre o atual estágio do ambientalismo praticado, em especial, aqui no Rio Grande do Sul e no Brasil.
Rever a história do ambientalismo, que conta com o importante protagonismo da Agapan, desde 1971, e entender os desafios que vêm pela frente são fundamentais para qualificar e ampliar a mobilização em torno da luta ecológica.

Continuar lendo

Reunião Pública em Pelotas debateu o Aterro Sanitário Regional e retrocessos ambientais

Captura de Tela 2017-09-05 às 02.26.25.pngO CEA – Centro de Estudos Ambientais promoveu recentemente reunião pública para tratar da crise ambiental local. Veja o relato publicado (original, com links para vídeos).

Como resultado, aprovaram documento dirigido à comunidade e ao poder público local em que reivindicam uma política municipal de gestão de resíduos sólidos democrática e transparente  e a necessidade de maior debate para a instalação de um Aterro Sanitário Regional em Pelotas.

A nota sobre a reunião foi a seguinte: Continuar lendo

16 e 17/9 – Taís Fonseca aborda as 3 Ecologias, no Rincão Gaia

Captura de Tela 2017-09-05 às 00.45.48.pngA Fundação Gaia, associada da APEDeMA/RS, promove dias 16 e 17 de novembro o curso sobre ‘3 Ecologias’, com Taís Fonseca, inspirada no filósofo Felix Guatarry.

Captura de Tela 2017-09-05 às 00.59.49.pngAinda há vagas para a vivência que ocorrerá no Rincão Gaia . O lugar dedicado à difundir o pensamento ecológico e holístico,  um exemplo prático de restauração ambiental, construído em cima de uma pedreira, em Pantano Grande, município de Rio Pardo.

Maiores informações e inscrições pelo
telefone /Whatsapp: 99725-3685, ou por email reservas@fgaia.org.br

Evento no Facebook