Gaúchos lutam pela preservação do rio Camaquã

Captura de Tela 2018-01-16 às 10.05.40

Ambientalistas da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan) se integram às iniciativas em defesa do patrimônio ambiental de Palmas, localizada em Bagé, na região da Campanha do Estado Rio Grande do Sul (RS). 

Captura de Tela 2018-01-16 às 10.06.36
Formação rochosa localizada entre os municípios de Lavras do Sul e Bagé, às margens do Rio Camaquã [30º 51’56.84”S e 53º 42’36.29”W], serviu de palco para a fotografia do grupo. Ao fundo, uma ampla vista representativa do Bioma Pampa.
Após ficarem sabendo, há pouco mais de um ano, sobre a intenção de uma empresa de instalar uma mina de metais pesados nas proximidades do rio Camaquã, as irmãs Márcia e Vera Colares, que residem em Bagé e têm propriedade rural em Palmas, abraçaram a árdua missão de agregar forças para defender os patrimônios ambiental e cultural da terra onde nasceram e vivem até hoje. Continuar lendo

Anúncios

Transferidas as atividades para comemorar o Dia do Pampa

Em decorrência das condições climáticas não se realizaram neste domingo, 17/12/2018, as atividades previstas para lembrar o Dia do Pampa em Porto Alegre e em Pelotas. Nova data será informada no decorrer da semana.

Um total de 178 mil km2, cenário único, exclusivo do Rio Grande do Sul, está em grave risco de extinção. Pela aprovação da Proposta de Emenda à Constituição Federal – PEC 05/2009. Vote sim ao novo texto que inclui como Patrimônio Nacional o bioma dos Campos Sulinos!   

Apóie esta idéia!!   http://goo.gl/1aJzU8

Captura de Tela 2017-12-15 às 16.52.23

GESP apresenta a proposta do Complexo Berço das Águas para a UPF

Captura de Tela 2017-12-15 às 17.06.16A convite da Universidade de Passo Fundo, o GESP – Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas, associado da APEDeMA/RS,  apresentou a proposta do Complexo Berço das Águas ao Reitor da Universidade de Passo Fundo. O encontro ocorreu na quarta-feira, 13/12/2017. Pela entidade, estiveram na Universidade a Flávia Biondo da Silva e o Paulo Fernando Cornélio.

Continuar lendo

Dia do Pampa será comemorado no domingo, 17

Captura de Tela 2017-12-13 às 09.42.49Com uma mateada, será comemorado no domingo, dia 17, o Dia do Bioma Pampa. A data é comemorada neste dia por coincidir com o dia de nascimento do ambientalista José Antonio Lutzenberger, em 1926 (falecido em 14/5/2002)  A AGAPAN – Associação Gaucha de Proteção ao Ambiente Natural e o INGA e a própria APEDeMA, que é a federação das entidades ambientalistas, estão apoiando a atividade, com o MOGDEMA, Núcleo de Ecojornalistas do RS e Clube de Cultura. Atividades para comemorar a data estarão acontecendo em todo o Estado do Rio Grande do Sul.

O Pampa foi reconhecido como Bioma em 2004 e teve seu dia criado em 2007, necessitando ser considerado como patrimônio natural na Constituição Federal! (PEC do Bioma Pampa 05/2009).
Continuar lendo

Associação Amigos do Meio Ambiente de Guaíba e Associação dos Moradores do Balneário Alegria, com apoios, realizam manifestação contra a poluição da CMPC

Nota da AMA publicada em seu site noticia as atividades da comunidade no último domingo contra a poluição causada pela CMPC

Captura de Tela 2017-12-06 às 12.03.29.jpeg

Na tarde do domingo, 3 de dezembro, a ABA – Associação dos Moradores do Balneário Alegria e a AMA – Associação Amigos do Meio Ambiente, com o apoio do Grupo de Teatro Popular Comparsaria das Façanhas, receberam o reforço do Grupo de Voluntários do Greenpeace de Porto Alegre e do NAT – Núcleo Amigos da Terra Brasil, e promoveram uma série de atividades visando aprofundar o debate e denunciar que os impactos da produção de celulose continuam atingindo a população local dia e noite.

O grupo percorreu o entorno da empresa, vivenciando o ruído e o odor de compostos de enxofre no ar. O Marco Farroupilha (patrimônio histórico com pedido de tombamento junto ao IPHAE), bem como os fundos da fábrica foram visitados. Na Praia da Alegria, a Comparsaria das Façanhas realizou uma intervenção teatral em que criticou o modelo produtivo da cadeia da celulose e seus impactos inerentes, como o monocultivo de eucalipto e expulsão das famílias do campo, além dos conflitos socioambientais no entorno da indústria. O Greenpeace somou-se ao ato abordando os riscos à saúde da população, e fazendo fotos e vídeos que integram uma campanha em apoio à causa, que conta também com uma petição exigindo a volta da qualidade de vida no local. Continuar lendo

Entidades da APEDeMA fazem campanha para que os biomas Pampa, Caatinga e Cerrado sejam considerados Patrimônios Nacionais

cropped-apedema31.jpgA Coordenação da APEDeMA/RS está remetendo aos membros do Senado Federal correspondência para reforçar a necessidade da aprovação da PEC 05/2009, do senador Paulo Renato Paim, que inclui no Art. 225 da Constituição Federal como Patrimônios Nacionais o Pampa, a Caatinga e o Cerrado, biomas que ficaram de fora da proteção no texto atual do dispositivo, o que pode acarretar perda de qualidade do meio natural.

Observa ainda que dia 17/12 é o Dia do Bioma Pampa, data em que espera ter a notícia de sua aprovação, como medida importantíssima em favor do meio ambiente e de ampla repercussão. Neste dia, a coordenação pretende divulgar as respostas dos senadores a este pleito.