Roessler realizou Oficina de Arborização

Captura de Tela 2019-01-08 às 12.26.34.png
Arno Kayser na Oficina

No dia 09/12/2018 o Movimento Roessler, de Novo Hamburgo/RS, realizou uma Oficina de Arborização Urbana dentro da programação do Brique da Estação. O tradicional evento ocorre aos domingos na Praça Mauá em Hamburgo Velho. No local funcionou por muitos anos a estação de trem do bairro Histórico.

A atividade reuniu cerca de 15 pessoas que percorreram a praça ao longo de uma hora fazendo uma série de paradas junto as principais árvores e pontos notáveis do local.

Coordenou a atividade o Eng. Agrônomo Arno Kayser com o apoio dos Biólogos Markus Wilimzig e Luana Rosa, além da Arquiteta Rejane Dreher. A oficina começou relatando os resultados do levantamento de arborização urbana realizado pelo Movimento Roessler em 2010 para instrumentalizar a criação de um plano de arborização urbana para Novo Hamburgo, seguido de um breve apanhado do paisagismo do local.

Anúncios

Justiça mantém suspensa destruição de área de Mata Atlântica em Ipanema

Captura de tela 2018-12-06 10.37.27Entidades afiliadas da APEDeMA/RS (AGAPAN e Igré), União Pela Vida além das asssociações de moradores dos bairros de Ipanema e Guarujá, na zona sul de Porto Alegre estão na Justiça para impedir a destruição, mesmo que parcial,  da área de preservação permanente do Arroio Espírito Santo e remanescentes florestas da Mata Atlântica existente em 13 hectares.

Com a firme oposição das comunidades dos bairros de Ipanema, Espírito Santo e Guarujá, na zona sul de Porto Alegrea um projeto da empresa construtora Maiojama, cuja composição acionária se confunde bastante com a da RBS, afiliada local da Rede Globo e da Zero Hora, foi mantida, provisoriamente, a preservação da área de preservação permanente do Arroio Espírito Santo e remanescentes florestais da Mata Atlântica existente em 13 hectares na av. Guaíba, ao lado do Clube do Professor Gaúcho.  (ver área no Google Maps)
Continuar lendo

Porto Alegre: saiba porque o projeto de Lei do Arboricídio é prejudicial

Captura de Tela 2018-08-08 às 12.58.49.png

Diante de uma nova afronta à proteção ambiental e à qualidade de vida da população de Porto Alegre através de mais um projeto de lei que visa impactar negativamente sobre a vegetação urbana da capital gaúcha, com reflexos na fauna, na flora e na qualidade do ar, entre outros importantes aspectos socioambientais, como o paisagístico e o sonoro, por exemplo, nós da Agapan vimos a público, através de parecer técnico elaborado por nossa equipe jurídica, formada pelos advogados e juristas Beto Moesh (relator), Eduardo Kroeff Machado Carrion e José Renato de Oliveira Barcelos, manifestar nossa veemente contrariedade ao PLCL 002/2018, conforme segue:
Posição da Agapan sobre  PLCL 002/2018, o PL do arboricídio


Continuar lendo

AGAPAN protesta contra projeto em Salvador

Captura de Tela 2018-07-10 às 11.18.57.pngA Associação Gaúcha Proteção ao Ambiente Natural (AGAPAN) divulgou moção de apoio à luta de cidadãos e de diversas entidades, entre elas o Gambá, contra o projeto de BRT que a prefeitura de Salvador quer implantar na capital baiana e que deve derrubar centenas de árvores e tamponar 2 rios. O projeto que deve custar R$ 820 milhões tem gerado forte oposição na capital baiana por seus impactos ambientais e por ter sua pertinência para a mobilidade urbana questionada por especialistas – segundo eles, o projeto destina-se na verdade para o tráfego de carros. Continuar lendo

Arborização Urbana é o tema do próximo Agapan Debate, na segunda, 18/6

Captura de Tela 2018-06-14 às 18.12.00.png

O Agapan Debate da próxima segunda-feira (18/06) abordará o tema “Arborização Urbana de Porto Alegre”. Promovido pela Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), o evento é gratuito e acontece a partir das 19h no Auditório da Faculdade de Arquitetura da Ufrgs.

Serão palestrantes o ex-secretário de Meio Ambiente da Capital Beto Moesch, consultor ambiental, e o biólogo Flávio Barcelos Oliveira, gerente de Arborização Pública e Urbana da Prefeitura de Porto Alegre até 2017. Continuar lendo

Audiência Pública – 26 de abril de 2018 – Pela Arborização. Contra “ARBORICÍDIO”.

Pela Arborização‼ Contra “ARBORICÍDIO”, Projeto PLCL 002/18 Enfraquece a SMAM, gera RETROCESSO na Lei 757/15 AFRONTA critérios do Manejo de Árvores de Poa
Estejamos presentes na audiência para manifestar inconformidade com tal afronta!

➡Audiência Pública, dia 26 de abril de 2018,
19 horas, no Plenário Otávio Rocha da Câmara Municipal de Porto Alegre, (Av. Loureiro da Silva, nº 255)

Gaúchos lutam pela preservação do rio Camaquã

Captura de Tela 2018-01-16 às 10.05.40

Ambientalistas da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan) se integram às iniciativas em defesa do patrimônio ambiental de Palmas, localizada em Bagé, na região da Campanha do Estado Rio Grande do Sul (RS). 

Captura de Tela 2018-01-16 às 10.06.36
Formação rochosa localizada entre os municípios de Lavras do Sul e Bagé, às margens do Rio Camaquã [30º 51’56.84”S e 53º 42’36.29”W], serviu de palco para a fotografia do grupo. Ao fundo, uma ampla vista representativa do Bioma Pampa.
Após ficarem sabendo, há pouco mais de um ano, sobre a intenção de uma empresa de instalar uma mina de metais pesados nas proximidades do rio Camaquã, as irmãs Márcia e Vera Colares, que residem em Bagé e têm propriedade rural em Palmas, abraçaram a árdua missão de agregar forças para defender os patrimônios ambiental e cultural da terra onde nasceram e vivem até hoje. Continuar lendo