CMPC: AMA recebe AGAPAN e Victor Bacchetta e visitam vizinhos da empresa

Case da CMPC é apresentado no Seminário Cidade Bem Tratada

IMG_1475.jpgOs muros externos da fábrica de celulose de capital chileno CMPC situada em frente a Porto Alegre, no Município de Guaíba, receberam, no último sábado (18/6), visita do jornalista uruguaio Victor Bacchetta, do representante da AGAPAN – Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural, Heverton Lacerda, da direção da AMA – Associação Amigos do Meio Ambiente de Guaíba. A comitiva esteve na casas de uma família na Av. Gomes Jardim, limítrofe aos altos muros da fábrica para conferir as denúncias de barulho permanente, além da poluição aérea com pó de serragem causada pela fábrica ao lado ao trabalhar com os troncos de eucaliptos. O grupo anfitrião relatou aos visitantes a praticamente impossibilidade de dormir com o barulho gerado pela fábrica – audível perfeitamente aquela hora da manhã da visita.

Fala da empresa – Respondendo a questionamentos de Edi Fonseca e de Sandra Ribeiro, da AGAPAN, durante atividade pública na Assembleia Legislativa, sobre diversos aspectos decorrentes de localização e de poluição decorrentes das atividades da empresa, o representante da CMPC, gerente de qualidade e meio ambiente  Clóvis Zimmer, especificamente sobre o barulho (testemunhado por este jornalista em visita ao local na visita dia 18/6) afirmou textualmente que: (…) – Além disso, a questão do do do barulho, do barulho, a questão, desde que partiu a planta muitas coisas não foram atendidas como tinham que ter sido, mas a empresa vem trabalhando num programa contínuo de redução e  (…inaudível…) de equipamentos para poder diminuir a percepção de ruído. Do ponto de vista legal, a empresa podia não fazer absolutamente nada, porque ela está atendendo o padrão legal, mas ela não é legalista – quero deixar muito claro isso – a gente não é legalista – a gente quer obter o melhor conforto acústico pras pessoas a partir desse trabalho. Fosse isso, a empresa não estaria gastando o que gastou para fazer esta redução de percepção de ruído”.

Convite aceito – no final da apresentação do case da CMPC, realizado no final da manhã desta terça-feira (21/6) na 5a. edição do Seminário Cidade Bem Tratada, no Auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa – Clóvis foi convidado publicamente e aceitou o convite de Edi Fonseca, da AGAPAN, para um novo AGAPAN Debate a ser realizado em Guaíba proximamente. Presidia a mesa dos trabalhos o representante da Fundação Mata Atlântica e Ecossistemas Associados, organizadora do evento, Beto Moesch.

 

 

 

Redação: Jornalista João Batista S Aguiar – jbsa@pobox.com

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s