INGÁ pede esclarecimentos sobre mineração de metais pesados pela Votorantim no RS

Captura de Tela 2016-05-05 às 22.41.59
Guaritas/Caçapava do Sul, RS

O Professor Paulo Brack, coordenador-geral do INGÁ – Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais, entidade filiada à APEDeMA/RS, encaminhou nesta quinta-feira (5/5/2016) à Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS, ao Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente do Ministério Público Estadual e ao Ministério do Meio Ambiente pedido de esclarecimento sobre a retomada da mineração de zinco e chumbo, metais pesados, em Área Prioritária para a Biodiversidade na Categoria de Extrema Importância – as Minas de Camaquã.

Veja abaixo a íntegra do Ofício:

N. 06/1016

Porto Alegre, 05 de maio de 2016

A Secretária da SEMA, e Presidente do Consema
Sra. Ana Pellini  

Ao Coordenador do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente (CAOMA)
Dr. Daniel Martini 

À Ministra do Meio Ambiente,
Dra. Izabella Teixeira

            Prezados(as) Senhores(as);

            Venho, como coordenador geral do Ingá – Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais (entidade da APEDEMA- RS), solicitar informações e providências de parte da Secretaria Estadual de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMA), Ministério Público Estadual e Ministério de Meio Ambiente (MMA) quanto à ameaça ao Bioma Pampa, devido à reportagem do Jornal ZH que dá conta de que a empresa Votorantim quer retomar mineração de metais pesados (zinco e chumbo) em Área Prioritária para a Biodiversidade (APBio, port. MMA, n. 9 de 23/01/2007, na Categoria de Extrema Importância). 

            Ademais tratam-se de áreas previstas como Patrimônio Geoambiental por professores do Geociências da UFRGS e outras universidades, sendo uma região considerada Centro de Endemismos Florísticos e espécies Ameaçadas da Flora. Dezenas de Cactáceas ameaçadas foram registradas para a Região pela FZB e outros pesquisadores. Quanto à fauna, houve na região, inclusive, avistamentos da presença de puma, e morte de jaguatirica e outros animais silvestres pelo aumento da circulação de caminhões e automóveis . 

            O tipo de mineração, que inclui metais pesados altamente tóxicos, pela reportagem é prevista para atingir também um dos cenários dos mais belos do RS, ou seja, as MINAS DO CAMAQUÃ E AS GUARITAS, uma das SETE MARAVILHAS (pela Secretaria de Turismo do Estado). 

            A Secretária da SEMA, segundo informações da reportagem, teria se deslocado para lá. Esperamos o bom sendo da Secretaria em considerar a inviabilidade flagrante destes empreendimentos econômicos que deveriam ser terminantemente vedados para as Áreas Prioritárias também de cunho Socioambiental.

            Fica a pergunta: os técnicos da SEMA foram chamados para uma análise desta atividade incompatível com as APBio? Esperamos que sim. O Ibama está acompanhando isso? O Ministério de Meio Ambiente A população local sabe destes riscos? 

            Esta região do Escudo Cristalino Sul Riograndense é totalmente destituída de Unidades de Conservação, sendo um dos focos do Projeto RS Biodiversidade. As UCs previstas para a Região nunca saíram do papel, tendo sido reivindicadas há quase uma década como compensação financeira de megaempreendimentos de eucalipto, tendo vocação para a categoria de UC de Uso Sustentável. Existe um enorme potencial de turismo rural e ecológico em pequena escala, com pecuária e meliponicultura e apicultura, já incorporados por agricultores familiares e estabelecimentos como Pousadas e Campings, dentro de um diferencial de uma Região com Vocação para Turismo Histórico,Cultural, Ecológico e Geológico. 

            Cabe ainda destacar que, recentemente, houve nas Guaritas, devido a suas paisagens magníficas,  a filmagem da Séria da GNT “Animal”, dirigida pelo gaúcho Paulo Nascimento.

            Considerando todos estes aspectos da alta relevância da Geobiodiversidade da Região, pedimos esclarecimentos e providências por parte  da SEMA, MMA e MPE . 

Sem mais.

Atenciosamente.

 

Paulo Brack,
Coordenador Geral do InGá  

Anúncios

Um comentário sobre “INGÁ pede esclarecimentos sobre mineração de metais pesados pela Votorantim no RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s