Agapan Debate, piquenique e audiência pública contra possível extinção da FZB

Arte com foto de Caroline Ferraz/Sul21

A possível extinção da Fundação Zoobotânica do RS, proposta pelo governador José Ivo Santori, é tema do Agapan Debate Especial que acontece na próxima segunda-feira (17), às 18h30, no Semapi (Rua Lima e Silva, 280). Participam do debate o engenheiro agrônomo e presidente da Agapan, Leonardo Melgarejo, o biólogo e professor Paulo Brack (Ufrgs), a bióloga Andréia Carneiro (FZB) e o agrônomo Alexandre Krob (Instituto Curicaca). O Agapan Debate em apoio do Ingá, Mogdema e Apedema e entrada gratuita.

O Agapan Debate acontece após o Piquenique Contra a Extinção da FZB, que será realizado no Jardim Botânico, domingo, das 13h às 17h. Durante o Piquenique, a associada mirim da Agapan, Giordanna Bastos da Motta, de 9 anos, vai tocar teclado. “Quando ela me pediu, aceitei na hora”, exclamou Edi Fonseca, conselheira da Agapan, ao alertar para o uso de sacolas para carregar os resíduos. “Cada um é responsável pelos resíduos que produz, por isso, levem recipientes para acondiciona-los e não deixem no parque nada além de pegadas”, diz.
Também na segunda-feira (17), às 9h, está programado Ato pela retirada do PL 300/2015, que extingue a FZB, em frente à Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Borges de Medeiros, 260).
Quinta-feira (20), às 9h, na Assembleia Legislativa, tem Audiência Pública sobre a extinção da FZB. “O objetivo é promover um amplo debate público com a sociedade sobre a importância da FZB para a gestão ambiental e proteção da biodiversidade do Estado”, destaca o deputado Altemir Tortelli, proponente da audiência e integrante da Frente Parlamentar em Defesa dos Parques Públicos e Estaduais e do Zoológico, além da Comissão de Agricultura.
Dois abaixo-assinados de apoio à manutenção e ao fortalecimento da FZB podem ser assinados através da Petição Pública e do Avaaz.
Assessoria de Imprensa da Agapan
Jornalistas Adriane Bertoglio Rodrigues e Heverton Lacerda
Anúncios

Um comentário sobre “Agapan Debate, piquenique e audiência pública contra possível extinção da FZB

  1. Náo acredito que os gauchos e principalmente os porto-alegrenses vão ficar alheios a isso . Já não basta a destruição do verde ao redor de PoA que ninguém faz nada. Os condomínios continuam crescendo em áreas que deveriam ser de preservação ambiental , muitas espécies nativas da flora e da fauna ameaçadas de extinção, além dos rios poluidos e morros com pedreiras ativas . Uma instituição como essa tem que ser melhorada , receber investimentos e jamais ser extinta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s