Plano de Bacia do Gravataí: É preciso manter o foco na preservação

Iniciaram no dia 25 de abril de 2012 as apresentações públicas do Plano de Bacia do Gravataí. A primeira apresentação ocorreu na sede da EMATER em Porto Alegre, seguida de apresentações em Santo Antônio da Patrulha, no dia 26 de abril, na Câmara de Vereadores; em Gravataí, no dia 2 de maio, na Câmara de Vereadores e, fechando a rodada de apresentações, em Viamão, no Sindicato Rural.
Sobre o evento em Viamão, duas ONGs filiadas à APEDEMA/RS estiverem presentes: IGRE, representada na ocasião pelo prof. Ludwig Bruckup e Profa. Georgina Buckup e o Grupo Maricá. Segundo a bióloga Aurici da Rosa, representante da ONG Maricá, os questionamentos foram bastante firmes. Declarou a ambientalista: “questionamos alguns itens não claros ou contrários ao bem estar social e ambiental, como a Transposição da Lagoa do Casamento; o que seria a revitalização ou saneamento do Banhado Grande; como seriam as relações com os diferentes planos municipais e com as Unidades de Conservação inseridas na Bacia e questões relacionadas a forma de Educação Ambiental e Comunicação Social que eles consideram dissociadas.”
Para os ambientalistas a Transposição ainda é estudo ou proposta, mas é preciso fazer considerações, provocações e contribuições com visão de futuro. Aurici complementa: ” O Plano é uma necessidade desse manancial, mas vago em algumas proposições. Acredito que devemos acompanhar de perto a sua implantação, ele está disponível  no site: http://www.planogravatai.com.br/.
Sobre a Bacia
A Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí pertence à Região Hidrográfica do Guaíba, é composta por nove municípios (Porto Alegre, Alvorada, Viamão, Canoas, Cachoeirinha, Gravataí, Glorinha, Taquara e Santo Antônio da Patrulha) e grande parte de sua área está localizada na Região Metropolitana de Porto Alegre. Para elaboração do Plano, a bacia foi dividida em quatro grandes regiões e em sete unidades de gestão (UG): Alto Gravataí – Formadores (13% da área total) e 1 UG; Alto Gravataí – Banhado Grande (26% da área total) e 2 UG; Médio Gravataí (43% da área total) e 2 UG; e Baixo Gravataí (18% da área total) e 2 UG.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s